13 abril, 2014

Aprendizado

Percebi que a corrida faz parte da minha vida.


Depois de uma semana de molho, em virtude de um tratamento dentário, corri neste domingo. A satisfação já teve início ao calçar o tênis. Quanta alegria. Parecia criança estreando brinquedo novo. Eu não sabia que distância, nem que ritmo pretendia fazer neste treino. Na verdade, pouco importava. O fato de não sentir dor enquanto corria já me bastava.

Nem preciso dizer que o treino foi maravilhoso. Porém, a conclusão que tive ao sentar na calçada de casa foi o grande aprendizado do dia. Percebi o quanto a corrida faz parte de mim e da minha rotina. Muitas vezes, é quando perdemos que damos valor ao que tínhamos. Ainda bem que não precisei perder para reconhecer o quanto me faz bem. Pelo contrário, tive a oportunidade de aproveitar ainda mais aquilo que escolhi pra mim. Então, viva a corrida!

Forte abraço e bons km's!!



18 comentários:

  1. Que maravilha Helena. Muito bonito esse sentimento sobre a corrida. Também sou assim.
    Bjs e bons treinos!
    Milton - www.vintesemans.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milton, é tão bom quando nos identificamos com um esporte. A corrida favorece por ser uma atividade individual e muito prática. A satisfação é plena e total. Boas corridas!!

      Excluir
  2. coisa boa, bom retorno então :) boas corridas *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Israel.
      Bora curar 100% este joelho aí. Força e bons treinos!!!

      Excluir
  3. Tá enraizado fiaaaaaaaaa, é muito amor <3

    Tô doida pa te conhecer! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuito amor. Adoro essa 'lindeza' da corrida.
      Vamos nos encontrar sim. Tenho fé. bjos lindona!!!

      Excluir
  4. Respostas
    1. Obrigada, querida. É no quintal de casa. =)

      Excluir
  5. Oi Helna,
    Vida longa a nossas passadas!!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  6. Que sentimento bom este, amiga, é maravilhoso, realmente ... E como ficamos né, quando não podemos treinar ... Os dias que não consigo me sinto super mal, dá a impressão que fica algo preso dentro de mim (ainda bem que são raras as vezes que não consigo treinar ...). Beijo, boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando não corremos por um motivo qualquer fica a sensação de vazio. De faltou algo mais naquele dia. A saudade da pista é um delícia também. Sinônimo de muito amor e adoração. bjim pra ti

      Excluir
  7. Helena: perfeito o teu texto. Quando fiquei praticamente afastado pela lesão no joelho, sentia esta vitória cada vez que saía para correr, não importando o tempo ou a distância. Mesmo a dor estando ali, como ainda permanece até hoje, a felicidade de estar nas ruas, contemplar os locais, curtir as passadas e buscar o limite ou só sair para arejar, fazem uma diferença enorme na vida. Aproveitemos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Marco. Foi exatamente isso que eu pensei quando escrevi o post. A felicidade das passadas não tem preço. Desejo saúde e km's de alegria pra ti.

      Excluir
  8. É pura trans(piração)... não tem jeito!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem jeito mesmo.kkk
      boas passadas!!!

      Excluir
  9. Oi Helena,
    eu te entendo totalmente, também estou desde semana passada sem ir aos treinos de corrida por conta de compromissos profissionais, e como faz falta! Aí semana que vem entro de férias e depois só em maio.
    Mas é isso aí, bons retorno aos treinos.
    Beijo,
    Dani.
    Blog Dani Corredora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, férias é tudo de bom. Aproveita o tempo livre para correr sem compromisso, dar aquela pedalada ou caminhar no parque da cidade. O lance é se divertir! beijos

      Excluir

Obrigada por visitar o Blog Correndo de bem com a vida!
A participação de vocês é o principal incentivo para continuar escrevendo.
Sempre respondo os comentários. Volte aqui depois e veja sua resposta. =]

Um Abraço e bons treinos.
Helena Clebsch Vidal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...